Receba nossas novidades.

  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca ícone do YouTube

Todos direitos reservados para Escola Ratzinger  -  CNPJ 32.015.611/0001-08

Fontes Ratzingerianas

OBRAS DE JOSEPH RATZINGER-BENTO XVI

PUBLICADAS EM LÍNGUA PORTUGUESA

 

Apêndice Bibliográfico

Prof. Dr. Rudy Albino de Assunção

          Para estimular o estudo do pensamento de Bento XVI no âmbito de língua portuguesa empreendi a elaboração deste apêndice bibliográfico de obras dele e sobre ele. Aqui primeiramente são diferenciados os textos do teólogo Joseph Ratzinger, da Congregação para a Doutrina da Fé enquanto Ratzinger era seu Prefeito e aqueles que são produto do pontificado de Bento XVI (embora algumas obras – como aquelas que estampam o Papa como seu autor quando, na verdade, os textos foram escritos antes do conclave de 2005 – ofereçam dificuldades para um recorte extremamente preciso). Por fim, há uma referência ao material em nosso idioma que veio à luz depois de sua renúncia.

          A partir dessa subdivisão geral oferecemos uma classificação interna das obras: se são encíclicas, exortações, catequeses, por exemplo. Assim, como este é um livro de introdução ao pensamento de Joseph Ratzinger-Bento XVI, o leitor poderá escolher o tipo de texto pelo qual adentrará nele.
          Por fim, completamos a lista com diversos estudos, biografias, introduções ao seu pensamento ou a algum ponto específico de seu magistério professoral ou pontifício, também publicados em língua portuguesa, de autores lusófonos ou não.

          Fazemos referência sempre à primeira edição do texto, desconsiderando edições sucessivas. E, para simplificar, não fazemos referência ao título original das obras.
          Este apêndice foi elaborado tendo como ponto de partida as seguintes listas: do próprio Pablo Blanco Sarto, no Foro de Estudios Joseph Ratzinger (virtual) da Universidade de Navarra; do Círculo de Alunos de Bento XVI (Schülerkreis), coordenada por Vinzenz Pfnür (†), da Universidade de Münster; e, por fim, aquela elaborada por João Carlos Loureiro, do Centro Acadêmico de Democracia Cristã, de Coimbra. Todas elas estão disponíveis nos sites das respectivas instituições.

          Para completá-las, atualizá-las, recorri aos sites de diversas editoras brasileiras e portuguesas e aos bancos de dados de diversas bibliotecas, principalmente nacionais e pontifícias.

          A lista não se pretende exaustiva, é claro. Particularmente no que concerne às referências dos artigos: isso porque muitas bibliotecas só registram os dados gerais das revistas que lhes chegam, sem apresentar minuciosamente o seu conteúdo. Por isso, “garimpar” esse material disperso é um trabalho ainda por fazer.

          Ainda assim, esse apêndice figura como um convite, um estímulo ao aprofundamento na teologia ratzingeriana e no magistério beneditino, bebendo diretamente das fontes disponíveis em nosso idioma. Pois uma teologia tão viva e um magistério tão fecundo, não podem ser esquecidos. É certo que eles ainda hão de dar frutos abundantes na vida da Igreja.